Mundo das Dicas

Piracetam – Bula, para que serve


Como ver a bula e para que serve o medicamento Piracetam

piracetam Piracetam   Bula, para que serve

O Piracetam é um princípio ativo para o medicamento comercial chamado de Nootropil e que tem a forma de comprimidos de 30 comprimidos e também na forma injetável, com embalagem com 12 ampolas de 5 ml cada e com 100 MG de Piracetam na fórmula.

Independente do nome comercial do Piracetam é indicado para tratamento de distúrbios da síndrome psico-orgânica que tem como sintomas perda de memória, alterações de atenção e falta de direção; tratamento para quem sofreu acidente vascular cerebral (AVC) e as suas sequelas. Também o piracetam é usado em crianças com dislexia, mas usado em conjunto com outros tratamentos além do medicamentoso; serve também para vertigem.

O Piracetam e demais medicamentos comerciais do princípio ativo é contra indicado para quem teve hemorragia cerebral, que teve doença renal em estágio final e em pacientes que sofrem de Coréia de Huntimgton. No caso de pessoas com problemas renais, não é recomendado usar o medicamento, pois este é eliminado pelo organismo pelos rins. Quem toma este tipo de medicamento deve tomar alguns cuidados como evitar depois de tomar estes medicamentos guiar veículos e máquinas e também se há suspeita de gravidez deve ser recomendada atenção quanto ao uso desse medicamento.

Já os efeitos colaterais do piracetam estão: confusão, irritabilidade e alterações do sono; alterações auditivas, vertigem, labirintite, diarreia, náuseas, vômitos, alterações do sistema imune, cefaleia, alterações do sistema imune, sonolência; alterações psiquiátricas como agitação, ansiedade, confusão, alucinação.

O medicamento deve restritamente ser receitado por um médico e em adultos deve ser usado de 9 a 12g por dia em adultos; ou de 4,8 a 6g por dia. Pode ser tomado de 2 administrações por dia, isso em adultos; ou em casos extremos até 3 vezes ao dia. Já a eficácia pode ser observada a partir de 2 a 3 semanas de tratamento. Mais informações consulte sempre um médico.

Mais Dicas


Compartilhar -


Categorias: Dicas